orum

à Barbara

Do corpo, tornei-me um foragido,
do espírito, um exilado;
juro que não sei:
a este não pertenço, nem àquele
Rumi


.
ao chegar nesta cidade
.a balconista
.                 na lanchonete
.já havia perdido
.seu pai
.        dia dois faz um ano
.
.– os anos aspirados
.em falso
.       anunciados
.          nas folhinhas
.livros sagrados, datas de validade –
.
.e já havia flores aqui
.de compor coroa
.por sobre
.                  minhas pedras
.
.teu trovão silencioso,
.          chão em tempestade
.e arranjo de chama
.
.como exigir
.       do gesto de um rio
.   que ele não
.            seja ávido?

querer dizer.

Eu sou o céu para as tuas tempestades
Gil e Veloso.

Passei anos me procurando por lugares nenhuns.
Até que não me achei – e fui salvo.
Barros.

querer dizer
como o mesmo
que querer
dizendo o mesmo
aconchegar o peso
do erro de
estar preso

sendo que o peso
insiste por causa do chão
e não por causa
do erro

sendo que o erro
é tanto
e não é só
do preso
da prisão

que o peso
é tanto
que causa erro
também

e preso no
peso do
erro sempre
mesmo

ser leve
serve